Visualizar as mensagens categorizadas de acordo com: Pessoal

O que seu cabelo pode dizer sobre você?

Posted by Nana in 1, Imagem, Pessoal | 0 comments

09.04.19

Você sabia que a maneira como você se veste e até mesmo o seu corte de cabelo ou penteado influenciam diretamente em como as pessoas te veem? E não é difícil entender um pouco mais sobre esse assunto para trabalhar o seu branding pessoal e começar a passar a imagem certa, que combine tanto com o seu biotipo quanto com a sua personalidade - e esteja alinhada com os seus objetivos pessoais e profissionais. É exatamente isso que o visagismo faz. Aplicando as técnicas de maneira correta, você pode encontrar não só o estilo certo de roupa, mas também a cor, o penteado ou o corte de cabelo certo para a sua personalidade. Sempre levando em consideração o seu dia a dia e também o seu formato de rosto, por exemplo. Sendo assim, a seguir, você vai ver um pouco mais sobre como o comprimento e o tipo de cortes de cabelo podem influenciar na imagem pessoal de cada um. Confira!

Veja o que cada comprimento de cabelo representa

Cortar o cabelo ou decidir deixá-lo crescer tem muito a ver com a sua personalidade. Porém, é importante ter em mente a imagem que cada corte passa para as outras pessoas para saber se está alinhada aos seus objetivos.

Cabelos super curtos

Esse é o estilo de cabelo usado pela cantora Elis Regina e traduz muita confiança e segurança de si mesma. Antigamente, não era muito bem aceito, mas hoje em dia caiu nas graças de muitas mulheres que gostam também da praticidade de não precisar gastar muito tempo arrumando as madeixas. O comprimento, no entanto, não faz com que as mulheres de cabelo supercurto percam sua feminilidade. E mesmo que fosse o caso, quem adota esse estilo de corte não costuma se preocupar com o que as outras pessoas vão pensar!

Cabelos curtos

Os cabelos curtos podem cumprir muito bem o papel de emoldurar o rosto de uma pessoa, de maneira que seus traços sejam valorizados. Dependendo do tipo de corte adotado, pode imprimir bastante elegância, feminilidade e até mesmo sensualidade. Esse tipo de comprimento também costuma ser prático, o que revela esse traço da personalidade das pessoas que escolhem cortes de cabelo mais curtos.

Cabelos médios

Em alta com cortes long bob, os cortes médios podem ser estilizados para representar personalidades mais modernas ou mesmo aquelas mais clássicas. Assim, você consegue usar a moda a seu favor. Eles podem ter pontas desfiadas, franjas ou serem mais retos. Todas essas variáveis vão influenciar na imagem que a pessoa quer passar. Portanto, é um dos cortes de cabelo mais versáteis da lista.

O que seu cabelo pode dizer sobre você?Cabelos longos

Entre os mais desejados pelas mulheres, o cabelo longo passa uma ideia de sensualidade. Adotado por Gisele Bündchen, esse comprimento pode ainda ganhar um ar romântico quando são usados penteados semi-presos, como tranças, por exemplo. Agora, se o comprimento for longo demais, pode passar a ideia de resistência à mudança ou conservadorismo. Fique atenta!

Tipos de corte de cabelo e a imagem que eles passam

Além do comprimento, o tipo de corte adotado no cabelo também revela muito sobre traços da personalidade de cada indivíduo. Por se tratar de algo que mexe com a percepção dos outros sobre nós mesmos é que é importante estar atento na hora de escolher um novo corte. Nessa hora, a ajuda de um profissional para trabalhar a sua imagem pessoal pode ser fundamental.

Pontas desfiadas ou repicadas

O movimento que esse tipo de corte de cabelo dá realça a naturalidade do visual. Apostar em pontas repicadas ou desfiadas também ajuda a passar a ideia versatilidade.

Franja lateral

As franjas costumam ser usadas para suavizar o visual. Elas também são boas formas de emoldurar o rosto. Uma franja lateral, por exemplo, passa a ideia de sensualidade e pode transmitir respeito. Esse tipo de corte de cabelo é bastante atemporal, o que pode ser bom para as mais clássicas.

Franja para frente

Outra maneira de adotar franjinhas para suavizar o visual é colocando elas para frente. No entanto, esse corte pode dar um ar mais juvenil à produção, principalmente se a franja for curta. Agora, se ela for super curta ou estiver abaixo da linha das sobrancelhas, pode representar modernidade, sendo ideias para as fashionistas.

Fio reto

Deixar os fios retos nunca sai de moda. Dependendo do comprimento, pode passar a ideia de elegância e sofisticação. Contudo, o fato de manter esse tipo de corte de cabelo pode representar controle.

Testa à mostra

Manter essa parte do rosto à mostra pode ser uma boa ideia para quem quer impor respeito. Dependendo do tipo de corte pode passar uma imagem de seriedade. Esses elementos tendem a ser melhor aproveitados por quem ocupa cargos de liderança, por exemplo. E então, o que você achou sobre as informações que um simples corte de cabelo pode trazer sobre você? O que SEU cabelo diz a seu respeito? Conte para gente nos comentários!

Animal Print: tudo o que você precisa saber para usar a tendência

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

02.04.19

Sabe aqueles clássicos da moda, peças que você pode ter no armário por anos e vai sempre usar? Você pode até não saber, mas entre elas está o animal print! A estampa com padronagem de animais voltou a dar o ar da graça em 2018 e chegou com tudo nas coleções de outono/inverno de 2019. Algumas pessoas podem achar esse tipo de estampa ousada, outras classificar como chic ou ainda descolada. A verdade é que ela vai bem com diversos estilos. Principalmente com a variedade de estilos e cores que podemos ver nas lojas atualmente. Sendo assim, é possível incorporar o animal print às suas composições do dia a dia, de trabalho e até mesmo looks de praia, independemente do seu estilo. Veja a seguir um pouco da história do animal print e confira algumas dicas para usar esse tipo de estampa.

Como surgiu o animal print?

Não se sabe exatamente quando essa padronagem começou a ser usada. Isso porque, desde os primórdios da humanidade, usávamos peles de animais para nos proteger. Com o passar dos anos, essa deixou de ser uma necessidade latente. Mesmo assim, as peles continuaram a serem usadas, dessa vez como um símbolo de status e poder. No século XVIII, por exemplo, nobres e religiosos importantes usavam peças de pele de animal para se exibir. Com o passar do tempo, o animal print em si começou a ser mais valorizado do que a própria pele. Um exemplo disso foi o vestido com estampa de oncinha - e não a pele - criado por Christian Dior em uma coleção de primavera/verão da década de 1940. De lá pra cá, o animal print ganhou o mundo da moda, com presença em desfiles de grandes grifes como Versace, por exemplo. Então, a popularização foi inevitável, com o animal print desembarcando em lojas mais populares, como as fast fashions. Até então, o mais comum era usar a padronagem de onça ou leopardo, por exemplo. Mas foi mais ou menos nos anos 2000 que começaram a surgir mais variações, com cobra, zebra e até mesmo vaca.

Como usar animal print?

Apesar de ser uma estampa muito querida no inverno, por contar com tons neutros, o animal print também esteve presente em coleções de verão, com direito a biquíni de oncinha, por exemplo. De fato, uma das vantagens é poder ser combinada facilmente com outros tons. A estampa de oncinha, por exemplo, tem tudo a ver com o inverno de 2019. Isso porque os tons terrosos estão super em alta e combinam muito bem com essa padronagem animal print.

Animal print colorido

Uma das novidades das últimas coleções que trazem estampas animal print é a variação de cores. Dessa forma, fica ainda mais fácil combinar essa padronagem com outras peças e até mesmo encaixar essa tendência no seu estilo pessoal. Tons de amarelo, vermelho, rosa, azul e verde vêm sendo usados para reproduzir a padronagem de onças e leopardos, por exemplo. Ideal para quem gosta de cores mais alegres no look, ou os tons terroros não fazem parte da sua paleta de cores pessoais.

Camisas animal print

Uma maneira de aderir ao animal print e ao mesmo tempo investir em uma peça coringa e atemporal é procurando uma camisa com essa padronagem que seja a sua cara. As lojas estão repletas de opções este ano. São camisas de manga curta, longa, em tecidos como cetim, algodão, recortes justos ou amplos. Ou seja, opção não vai faltar para você conseguir aquela camisa animal print que combina com você! Além das camisas, também há muitas blusas de alcinha, que podem ser usadas também em dias quentes ou durante o verão. Sendo assim, podem ser uma boa aposta de peça para usar o ano inteiro.

Estampa animal da cabeça aos pésanimal print

E se engana quem pensa que o animal print está só nas roupas. Basta dar uma voltinha por lojas de sapato para encontrar diversos modelos com essa padronagem. Ela pode aparecer replicando a pele de onças, leopardos, zebras ou até cobras. Além disso, os estilos são variados. Ou seja, você pode escolher aquele sapato que mais combina com o seu estilo e dia a dia: seja uma sapatilha, um scarpin ou uma bota animal print, por exemplo. Se você não se sentir confortável em usar animal print, achar chic demais para o seu estilo ou simplesmente entender que não combina com você, uma ideia para aderir à tendência é apostar em acessórios. Bolsas, cintos e até mesmo bijuterias animal print são facilmente encontrados nessa estação. Então, aproveite! E aí, está pronta para abraçar esta tendência? Se ficou alguma dúvida sobre como usá-la, deixe seu comentário!

Tudo o que você precisa saber para usar a moda a seu favor

Posted by Nana in 1, Imagem, Pessoal | 0 comments

15.03.19

É inevitável: a moda está em todo lugar. Isso porque o termo faz referência ao modo como as pessoas vivem e se comportam, englobando muitos aspectos do cotidiano de todas as pessoas. Mas, como bem sabemos, a palavra vem sendo usada para se referir à maneira como a gente se veste. Mais especificamente, o termo moda costuma estar relacionado ao que as marcas e lojas oferecem a nós. Ou seja, ao que é mostrado nos desfiles das semanas de moda e depois chegam às araras de maneira adaptada para ser usado no dia a dia. Mas a verdade é que a moda é feita todos os dias por nós mesmos, que fazemos as próprias escolhas e saímos às ruas ditando a nosso estilo. E o primeiro passo para começar a usar a moda a seu favor é exatamente esse: desapegar do que é tendência e usar aquilo que te faz bem, representa quem você é e valoriza seu corpo. Para te ajudar a entender melhor sobre o assunto e ter uma ideia de como começar a usar a moda a seu favor hoje mesmo, fique de olho nas dicas!

Escolha peças que representem quem você é (ou quer ser)

Para começar, a maneira como você se veste e se apresenta para as pessoas influencia diretamente na percepção delas. Então, pense em quem você é hoje em dia, que posição ocupa no seu trabalho, por exemplo, e reflita se suas roupas estão de acordo com a imagem que você quer passar. Você também pode trabalhar o branding pessoal e projetar uma imagem que acredita ser adequada. Por exemplo, se você quer ser promovida no seu emprego e percebe que as pessoas acima de você se vestem de maneira diferente, talvez mais sofisticada, comece a usar elementos dos looks dessas pessoas em seu dia a dia. Aos poucos, você vai se adaptando e começa a agir como se já estivesse em uma posição superior, o que pode ajudar a acelerar o processo de promoção, pois mostrará que você está pronta e se adequa àquele cargo.

Aprenda a usar a moda a seu favor

Quando a gente fala em usar a moda a seu favor, tem muito a ver com fazer escolhas que representem você, de forma que você se sinta confortável em usar determinados looks. Isso quer dizer que não é porque um tipo de roupa está na moda que você precisa usar. Ao contrário: você deve avaliar e entender se aquela tendência combina com a sua personalidade e, principalmente, se você vai “sustentar” aquele look. Ou seja, não adianta usar uma mini saia só porque está na moda, sendo que você se sente extremamente desconfortável com esse tipo de roupa. Aprender a usar a moda a seu favor pode parecer uma tarefa difícil. Para algumas pessoas, é mesmo ser um pouco mais trabalhoso entender a imagem que quer passar e colocar a mão na massa para que isso se concretize. Se você tiver dificuldade, ou simplesmente quiser facilitar o processo de usar a moda a seu favor, uma dica importante é procurar uma consultoria de imagem e estilo. Assim, terá um profissional especializado, que conheça importantes técnicas de visagismo, e esteja pronto para te orientar no que for preciso.

Conheça seu corpo e opte por looks que te valorizem

Moda a seu favorPor fim, é muito importante ter em mente que nem sempre a moda vai ser pensada para o seu tipo de corpo ou tom de pele, por exemplo. Muitas vezes, cores e formatos não caem bem em você, e tudo bem: você não precisa seguir todas as tendências de moda. Agora, para fazer essas escolhas e tomar decisões sobre o que usar e o que ignorar, você vai precisar conhecer bem suas características, saber qual é o formato do seu corpo e, claro, conhecer a sua paleta de cores pessoais. Basicamente, todo mundo pode se vestir bem e ao mesmo tempo se sentir segura e confiante. Seja magra ou acima do peso ideal, alta, baixa… Não importa quais características físicas você tem. Isso porque existem maneiras de alongar a silhueta, como apostando em calças pantalonas de cintura alta, por exemplo. Pessoas altas também podem valorizar ou disfarçar essa característica dependendo da escolha do look. O mesmo acontece para quem se acha muito magra ou gorda e quer disfarçar ou realçar alguma parte do corpo que acha bonita. E uma dica que vale para todas as situações: saber qual é a paleta de cores pessoais e entender quais tons realçam seu tom de pele. Além disso, você também pode ficar por dentro das cores e dos tipos de maquiagem ideais para cada pele, e ainda usar penteados que sejam adequados para o seu formato de rosto. Aqui no blog, já falamos sobre diversos desses assuntos, que podem ajudar você a usar a moda a seu favor. Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário! E aproveite para compartilhar estas dicas com suas amigas!

4 passos para construir uma marca pessoal forte

Posted by Nana in 1, Pessoal, Profissional | 0 comments

08.03.19

Conquistar objetivos pessoais ou profissionais depende muito do nosso empenho, certo? E um dos pontos que devemos estar sempre atentos é à nossa marca pessoal. Todos nós temos uma, mas nem sempre essa marca pessoal é forte o suficiente para nos ajudar a atingir nossas metas. Para te ajudar nesse processo de construção de imagem, vou falar um pouco mais sobre o assunto e ainda te dar dicas de como conquistar uma marca pessoal forte. Confira!

O que é marca pessoal?

Muita gente pode confundir a marca pessoal com o marketing ou o branding pessoal. Para tentar explicar facilmente o que é uma marca pessoal, vou fazer uma analogia. Imagine um produto que foi criado para ser vendido, como uma camisa. Ela tem diversas características. Pode ser fácil de passar ou amassar com facilidade, pode ter uma cor diferenciada ou simplesmente ser branca. Seu tecido pode ser macio e agradável, ou áspero e pinicar na pele, por exemplo. Para vender essa camisa, o fabricante vai precisar usar técnicas de marketing. Assim, vai procurar ressaltar as características positivas, ou até mesmo atrelar aquele produto à uma causa especial. Conosco acontece basicamente da mesma maneira. Nós temos as nossas características, sejam elas físicas ou não. E essa é a nossa marca pessoal. Isso quer dizer que todos nós temos uma marca pessoal. Geralmente, ela é formada por aquela característica que temos e que mais se destaca. Seja o jeito de falar, a empatia, ou outro aspecto que se sobressai entre os demais. Agora, para ter uma marca pessoal forte é preciso trabalhar o branding pessoal. Dessa maneira, você vai conseguir tomar consciência das características que precisa reforçar, e daquelas que precisa trabalhar para melhorar, como acontece no marketing. Mas por que cuidar da marca pessoal e torná-la forte? Essa pergunta tem uma resposta muito simples: para melhorar todos os aspectos da sua vida. Ser uma pessoa melhor dentro e fora do trabalho, conseguir uma promoção, sentir-se mais confiante e segura são só alguns dos exemplos do que uma marca pessoal forte pode fazer na sua vida.

Mas como construir uma marca pessoal forte?

Ter uma marca pessoal forte não é algo que se conquista de uma hora para a outra. É importante que você saiba que será uma construção, e que vai exigir esforços dia após dia. Ou seja, é uma trajetória que envolve conhecimento, estudo e aperfeiçoamento constante. Para te ajudar, separei algumas dicas.

1. Busque autoconhecimento

Conhecer seus pontos fortes e aqueles que precisam ser melhorados é um dos primeiros passos para construir uma imagem pessoal marcante. Pode soar estranho, mas muitas pessoas não conhecem muito bem a si mesmas, a ponto de não saberem nem mesmo do que gostam de verdade. Então, se você quer ter uma imagem pessoal forte, comece buscando autoconhecimento. Existem muitas maneiras de você fazer isso. Uma delas é buscando a ajuda de um psicólogo, fazendo terapia, por exemplo. Além disso, busque fazer reflexões sobre você mesmo e conversar com pessoas próximas, de confiança e que você julgue que são capazes de te dar conselhos.

2. Trabalhe a sua imagem pessoal

Marca pessoal Depois de saber quais são seus pontos fracos e fortes, é hora de trabalhar a sua imagem pessoal. Uma das formas de começar é de fora para dentro. Isso acontece em um processo de consultoria de imagem e estilo, por exemplo. Assim, o profissional consegue avaliar quem você é, entender quais são seus objetivos e analisa a sua aparência para saber se ela condiz com a imagem que você quer passar para as pessoas. Mais uma vez, esse é um processo que depende muito do cliente estar aberto ao novo e à mudança, por exemplo. No geral, os resultados são muito positivos. Mas, claro, você pode tentar fazer essas mudanças por si só. Pesquise bastante, leia e estude sobre assuntos como visagismo, paleta de cores pessoais, descubra qual é o seu tipo de corpo e saiba quais peças caem melhor em você, por exemplo. Porém, trabalhar a sua imagem pessoal também envolve aspectos que vão muito além da aparência. Por isso mesmo, antes de começar essa etapa, você precisa de um bom nível de conhecimento sobre si mesmo.

3. Amplie sua rede de contatos

Outra maneira de trabalhar a sua marca pessoal é ampliando a sua rede de contatos, o famoso networking. Você pode fazer isso através das redes sociais, por exemplo. Além disso, é possível frequentar eventos na sua área, participar de palestras e workshops para conhecer pessoas que atuam no mesmo ramo que você. Também dá para atrair pessoas nas redes sociais por meio da produção de conteúdo. Divida com as pessoas as suas experiências e os seus conhecimentos. Crie conversas nas redes sociais para conquistar mais seguidores e, assim, ampliar sua rede de contatos.

4. Seja coerente

E não menos importante: seja sempre coerente. Essa é uma dica que vale para a vida toda, mas principalmente para quem quer ter uma marca pessoal forte. Não adianta você querer passar uma imagem de uma pessoa que você não é. Isso vale tanto para situações presenciais como online, em redes sociais e blogs, por exemplo. É por isso que é tão importante ter autoconhecimento. Assim, você vai descobrir de que maneira pode potencializar o que tem de bom e criar sua marca pessoal em cima disso. E por fim, não tente copiar comportamentos ou atitudes de outras pessoas que não tenham nada a ver com a sua personalidade. E então, o que achou das minhas dicas? Aproveite e compartilhe-as em suas redes sociais também!

Looks de Carnaval: 7 ideias para arrasar este ano

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

01.03.19

Blocos de carnaval, desfiles de escolas de samba e até mesmo festinhas privadas arrastam milhões de brasileiros todos os anos. Em 2019, o carnaval acontece no início de março. E mesmo que você esteja com pouco dinheiro ou sem nenhuma criatividade, dá tempo de arrasar nos looks de carnaval! Misturar festa e moda tem tudo a ver com a cultura brasileira. E com as tendências atuais, fica fácil combinar peças que você já tem com algumas mais alegres, coloridas e até mesmo brilhosas para montar um look de carnaval inesquecível. Para te ajudar nos looks de carnaval, separei 7 dicas. Algumas delas não saem de moda e você pode reaproveitar no ano seguinte. Confira!

1. Invista nos acessórios de cabeça

Quem gosta de carnaval sabe que o conforto é primordial. Usar sapatos baixos e que não machuquem, claro, é uma regra. Mas você também pode apostar em looks de carnaval que te deem mobilidade e liberdade para aproveitar a festa. Essas peças podem até ser aquelas básicas que você já tem em casa, como um short jeans e uma blusa com cores mais alegres e chamativas. Então, para complementar e realmente ter um look de carnaval, aposte nos acessórios. Hoje em dia, até mesmo as lojas fast fashion trazem coleções dedicadas à essa época do ano. Ou seja, não importa em qual parte do Brasil você está, vai ser fácil encontrar um acessório que seja a sua cara! O mais comum para um look de carnaval é apostar nos acessórios para a cabeça. São arquinhos e tiaras com flores, frutas, de unicórnio ou orelhas de gatinho ou coelhinho.

2. Bodies e maiôs são ótimos para looks de carnaval

Outro item que ganhou força e pode dar up no seu look de carnaval são os bodies e os maiôs. Quem vai passar as festas perto da praia pode aproveitar a versatilidade de um maiô para dar um mergulho a qualquer hora. Combinando com um shortinho confortável e um acessório de cabeça, como já comentado, seu look de praia para o carnaval está pronto! Além disso, as lojas estão cheias de modelos de bodies. Muitos deles combinam 100% com o carnaval, já que trazem estampas como arco-íris, frases divertidas, escamas e brilho.

3. Óculos de sol customizado

Mais uma ideia para montar looks de carnaval de maneira fácil e prática é customizando seus óculos de sol. Essa é uma época em que costuma fazer muito calor e o sol pode castigar. Por isso, esses acessórios já são mesmo indispensáveis. Então, que tal enfeitar seus óculos de sol com flores, penas e brilho para um visual despojado no carnaval?

4. Purpurina pode ser seu próprio look de carnaval!

Looks de Carnaval

Fonte: deiacypri.com.br

Para alguns, a purpurina já faz parte dos looks de carnaval! Ela ganhou as ruas há alguns anos e vem conquistando cada vez mais adeptos. Você pode usar purpurina na maquiagem, e até mesmo passar um pouco no corpo, como no colo ou nos ombros. Assim, pode apostar em peças mais simples e só complementar com o brilho. É uma solução barata e que não abre mão do seu conforto para ter um look de carnaval que te permite brincar e se divertir!

5. Fantasias

E, claro, não poderia deixar as fantasias de fora. Esses looks de carnaval são um clássico. Agora, todo ano tem algumas que estão em alta. Em 2019, você vai ver muitas sereias, unicórnios e inspirações em heroínas. Mas também tem aquelas fantasias de carnaval que são clássicas, como salva-vidas, militar e médico ou enfermeiro. Uma dica é ser criativo e aproveitar memes e temas atuais para criar looks de carnaval autênticos. A Giovana, segurando o forninho, por exemplo, foi muito explorada em fantasias há algum tempo. Além disso, você pode combinar fantasias com outra pessoa ou até mesmo com um grupo de amigos.

6. Meias arrastão

Você também pode apostar em meias arrastão, que são básicas e podem ser usadas em outras ocasiões também. Se essa for a ideia, compre em cores como branco ou preto. Mas, se você quiser ousar mais no look de carnaval, invista em uma meia arrastão colorida. Elas podem ser encontradas em cores fortes como roxo, verde e vermelho.

7. Pochetes

As pochetes voltaram com tudo e combinam muito o carnaval! Como bolsas e mochilas não são muito práticas em blocos de carnaval, por exemplo, as pochetes são uma ótima solução. Além disso, elas podem complementar e até mesmo ser o acessório principal em um look de carnaval. Isso porque elas são encontradas em diferentes cores e até mesmo com brilho, metalizadas, estampadas ou até de couro. E então, o que achou das minhas dicas? Agora é só correr para montar seu look de carnaval e cair na folia!

Como fazer achados e ter olho clínico na hora das compras

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

15.02.19

Promoções, brechós e lojas populares muitas vezes não entram nos nossos circuitos de compras. No entanto, podem representar uma ótima oportunidade de garimpar peças bonitas, de qualidade e com preço mais em conta.

Quando vamos às compras, é natural nossos olhos se voltarem para aquelas peças mais caras. Elas geralmente aparentam ter uma qualidade melhor e, em lojas de grife, por exemplo, ficam em posições de destaque, que chamam a nossa atenção.

Porém, no emaranhado de cores e tamanhos diferentes das lojas de departamento ou populares, também é possível fazer ótimos achados e garantir compras interessantes.

O mesmo pode acontecer em brechós ou naquelas épocas de promoção, em que as lojas costumam ficar mais bagunçadas mesmo.

Se você é daquelas que dificilmente consegue fazer boas compras nessas situações, este post vai te ajudar! A seguir, veja algumas dicas para garimpar peças boas e baratas em qualquer lugar!

1. Tenha paciência na hora das compras

Geralmente, as lojas que têm preços mais em conta são aquelas cheias de araras, em que você precisa procurar as peças por conta própria. Nas chamadas lojas fast fashion, por exemplo, pode haver diversos tamanhos de uma mesma peça em uma só arara. Até as cores podem estar misturadas.

E aí, não tem jeito, é necessário ter paciência para procurar aquela peça que você quer. Ou seja, com o tamanho e a cor certas.

2. Fique de olho nas estampas e tendências

Para fazer boas compras garimpando em brechós, promoções e lojas populares, é muito importante ficar atenta às estampas. Muitas vezes, elas não são muito bem elaboradas e o desenho nem se encaixa muito bem na peça, por exemplo.

Por isso, além de observar se a aplicação está bem-feita, veja ainda se é uma estampa bonita e que se assemelha às vistas em lojas mais caras. Se você não gostar dos desenhos das peças nessas lojas, opte por aquelas peças básicas e lisas.

Essa é uma ótima dica para brechós, por exemplo. Geralmente, as pessoas vão atrás de estampas icônicas ou que estão em alta e se esquecem daquelas peças básicas, mas que são de ótima qualidade, apesar de serem de segunda mão.

E você sabe aquela peça-desejo que é tendência na estação e você quer experimentar? As lojas fast fashion podem ser grandes aliadas nessas horas. Elas geralmente acompanham o que está em alta, e oferecem peças a um custo bem menor.

E, vamos combinar, se é para usar por pouco tempo mesmo, você não vai precisar de uma roupa de alta qualidade e que custa muito mais caro no seu guarda-roupas.

Essa dica também vale para aquelas peças em que você não sente muita segurança, mas quer experimentar usar para ver se se acostuma. Comece escolhendo uma mais baratinha, de uma loja popular, por exemplo.

Se você gostar daquele comprimento ou daquele decote, procure uma peça similar com mais qualidade para poder usar por mais tempo.

3. Pegue tudo e experimente

Quando estiver fazendo compras, pegue todas as peças que enxergar potencial ou que combinem com o seu estilo. Escolha os tamanhos certos e vá para o provador.

Essa dica é importante principalmente em épocas de liquidação ou brechós, em que as quantidades são reduzidas e outras pessoas podem a levar peça que você viu se você demorar a decidir.

Para fazer boas compras, é essencial não pular a parte de experimentar tudo o que escolheu. É nessa hora que você vai ver se a modelagem é boa, se a peça vestiu bem em você, se o tecido é confortável e se realmente vale a pena o investimento.

4. Verifique a qualidade e possíveis defeitos

Depois de ter escolhido as peças que gostou, ter experimentado e feito a triagem do que você gostou e do que não vestiu bem, é hora de ver se as peças têm qualidade e se não têm defeitos.

Verifique as costuras, estique um pouco nessas partes para ver se é frágil ou se apresenta boa qualidade.

Veja ainda se não há defeitos como furos, manchas, rasgos, zíper emperrado ou algo do tipo. Muitas vezes, não vale a pena sair às compras e voltar cheia de peças que precisam de reparos.

5. Não se esqueça dos acessórios

Por fim, não se esqueça de dar uma olhada nos acessórios sempre que for às compras. Eles podem ser essenciais para um up do seu look do trabalho ou mesmo para passear. Lojas populares e até as de departamento podem ter peças interessantes para incrementar o visual.

Lenços, brincos, colares e anéis podem dar outra cara ao seu look, mesmo se não forem caros. Leve em consideração as outras dicas apresentadas também na hora de ir às compras atrás de acessórios e, certamente, vai ser um sucesso!

E então, o que achou das dicas para garimpar mais e melhor? Se ficou alguma dúvida, deixe seu comentário!