Visualizar as mensagens categorizadas de acordo com: Pessoal

Fiz 40 anos! Quais peças posso usar e continuar antenada?

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

09.02.19

Os 40 anos são os novos 30. Quando chegam a essa idade, muitas mulheres podem começar a refletir sobre suas conquistas pessoais e profissionais e até mesmo sobre a sua aparência.

A pele, os cabelos e o formato do corpo já não são mais os mesmos de quando tínhamos 20 anos. E isso, claro, é absolutamente normal.

Essa também pode ser uma idade em que a mulher começa a não se sentir tão confortável com o seu guarda-roupas. Aos 40 anos, muitas podem achar que chegou a hora de usar peças mais sóbrias e apostar em looks discretos, seja nos looks para trabalhar ou passear.

Porém, a verdade é que o importante mesmo é sempre se sentir confortável com o que veste. E não só isso, mas também com a sua aparência de maneira geral.

Se arrumar de forma que se sinta segura é essencial para passar uma imagem positiva para as pessoas, além de se sentir confortável durante os compromissos do dia a dia.

Por isso, separei algumas dicas muito importantes para quem chegou aos 40 anos e quer rever seu guada-roupa ou a maneira como se veste. Acompanhe!

Respeite sempre as suas características físicas 

Uma dica de ouro e primordial na hora de se vestir, escolher um corte de cabelo, um penteado ou maquiagem é conhecer as próprias características físicas. 

Você precisa saber o que tem de melhor e deve ser valorizado. Além disso, aquelas partes que não te deixam muito segura podem ser disfarçadas facilmente com alguns truques.

Por exemplo, aos 40 anos é normal que as mulheres já não tenham aquela barriguinha seca de anos atrás. Mesmo com dieta e exercícios, muitas têm dificuldade em manter em forma essa parte do corpo.

Por isso, é importante tomar cuidado com peças muito justas quando passar dos 40 anos, principalmente as que apertam essa região, exatamente para evitar marcar e evidenciar algo que você, na verdade, quer disfarçar.

Apostar em partes de cima mais soltinhas pode ser uma boa ideia. Contudo, peças plissadas na região ou transpassadas também podem ajudar a disfarçar a barriga.

Se você gostar das suas pernas, e quiser, também podem exibi-las. Quem passou dos 40 anos não precisa deixar de lado vestidos acima do joelho, por exemplo.

Só é importante tomar cuidado com o comprimento. Evite peças muito curtas e que até possam te deixar desconfortável ou insegura.

Posso usar calça jeans depois dos 40 anos?

Outra peça que muita gente pode deixar de usar depois dos 40 anos é calça jeans. Elas são muito básicas e atemporais, e não precisam ser esquecidas.

Porém, quando você tem mais de 40 anos, o ideal é apostar em lavagens mais escuras, com menos rasgos e brilho, por exemplo. Dependendo da modelagens, ela pode sim ser clara. Tudo vai depender do bom senso e, claro, do seu estilo.

Aos 40 anos, cuidado com as estampas 

Você não precisa deixar de lado as peças estampadas e usar só roupas lisas e básicas. Mas é muito importante você sempre respeitar o seu estilo. Se não gosta muito de estampas, tudo bem. Mas, se você sempre gostou de usar roupas assim, não é porque chegou aos 40 anos que precisa deixá-las de lado.

Uma dica importante é evitar estampas que sejam muito infantis ou juvenis. Agora, florais, étnicas, animal print e outras, são estampas que podem cair super bem em pessoas de qualquer idade, inclusive as que têm 40 anos ou mais.

As estampas coloridas e alegres não devem ser esquecidas só porque você chegou aos 40 anos. Mas respeite sempre o seu estilo e observe para ver se ela não vai te envelhecer ou parecer muito jovem.

A maquiagem e o cabelo também contam!

Maquiagem e cabelo também são essenciais na hora de montar seus looks, seja antes ou depois dos 40 anos. Agora, depois dessa idade, é preciso ter atenção especial.

Como a pele já perdeu colágeno e, muitas, vezes está mais flácida, usar maquiagem pesada pode marcar linhas de expressão e dar exatamente o efeito contrário que você quer.

Por isso, o ideal é apostar em maquiagens mais leves, de preferência as líquidas. Além disso, produtos minerais podem ser bons aliados, pois não agridem a pele e nem vão marcar seus traços.

Já os tons devem seguir a sua paleta de cores pessoal. É importante saber quais combinam mais com você, ou seja, com a sua pele e a sua personalidade. 

Agora, aqueles tons mais abertos, como vermelho claro e laranja, podem soar muito joviais para quem já passou dos 40 anos. Por isso, fique atenta e prefira aqueles tons mais fechados.

E então, o que achou das dicas para se manter no estilo mesmo depois dos 40 anos? Se ficou alguma dúvida, deixe seu comentário! Terei o maior prazer em lhe ajudar!

Cores de Ano Novo: como garantir um look que seja a sua cara

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

28.12.18

Todo fim de ano surge aquela dúvida: quais são as cores de Ano Novo? No Brasil, já nos acostumamos com o uso do branco, que significa paz. E, claro, esse é um desejo de todos nós. Mas a verdade é que nem todo mundo gosta ou fica muito bem de branco.

Como é uma das cores de Ano Novo mais tradicionais, o branco domina as vitrines das lojas logo depois do Natal. Mas se você acha que a cor te engorda ou não combina com a sua personalidade, existem muitas outras opções que podem te ajudar a manter o seu estilo e ainda entrar em 2019 atraindo energias positivas!

Alguns acreditam que as cores mexem no nosso humor e até atraem energias, que podem ser boas ou ruins. Elas também podem ser usadas de maneira inconsciente para expressarmos nossos sentimentos. Sendo assim, é importante conhecer o significado das cores de Ano Novo.

Mas não se prenda somente a essa informação. Pense também no ambiente em que vai passar a virada do ano e, claro, não deixe de considerar o que cai bem em você e de respeitar o seu estilo. Veja a seguir algumas dicas para escolher as cores de Ano Novo ideais!

Branco é uma das cores de Ano Novo mais procuradas

Mansidão, paz... Esses são sentimentos muito desejados hoje em dia. As crises que o país enfrenta acabam levando as pessoas a buscarem consolo e ajuda aonde podem.

Por isso, uma das maiores apostas para o Réveillon é o branco, mais especificamente o vestido branco! Agora, a verdade é que ele geralmente fica esquecido no guarda-roupas quando a comemoração passa. Você até pode usar uma vez ou outra, mas geralmente deixa ele de lado.

Se não quiser abrir mão de usar essa cor de Ano Novo, uma boa pedida é investir em mais de uma peça. Pode ser uma blusa e uma saia ou um short, por exemplo. Assim, vai ser mais fácil combinar as peças com outras que você já tem, evitando a compra de roupas que só vai usar uma vez.

Entre as cores de Ano Novo para atrair riqueza está o dourado

Outro tom que costuma ser usado no Réveillon é o dourado. Ele pode aparecer em diferentes partes do look para compor o visual metalizado com a cor que promete atrair riqueza e alegria.

Você não precisa vestir dourado dos pés à cabeça para atrair as energias dessa cor. Ela pode aparecer em acessórios, joias, sapatos ou apenas uma peça, como uma blusa dourada. Se não quiser chamar muita atenção, invista em um short ou uma saia mais discreta.

Quer um 2019 alto-astral e alegre? Comece com prateado

O prateado é mais uma das cores de ano novo metalizada que costuma aparecer nas vitrines com looks de Réveillon. Assim como no caso do dourado, você não precisa se vestir toda com a cor para atrair alegria e diversão.

Dá para usar sapatos metalizados, roupas com detalhes prateados e, claro, combinar com outras cores de Ano Novo. Por que não?

Amarelo é uma das cores de Ano Novo para quem quer felicidade

A estabilidade financeira com certeza traz mais alegria e otimismo. Se esse é o seu desejo, aposte no amarelo como uma das cores de Ano Novo. O tom pode ser aquele que mais te favorecer. Aproveite que a cor está em alta para investir em peças que também possam ser usadas durante a estação.

Não fica bem de amarelo, mas quer muito passar o Réveillon com a cor? Que tal investir em uma lingerie amarela? Assim, você não deixa de usar o tom na virada do ano. O importante mesmo é manter o pensamento positivo e a energia alta no Ano Novo!

Vermelho é a cor de Ano Novo para atrair um amor

Ligado à sedução, ao amor e à paixão, o vermelho é uma das cores de Ano Novo que também pode ser aproveitada em looks durante todo o ano.

Como é um tom que está em alta, aposte em peças que combinem com o seu estilo e o seu dia a dia. Assim, já otimiza seu guarda-roupas!

Rosa é mais uma das cores de Ano Novo para quem quer romance

Da mistura de branco com vermelho, o rosa é a cor de Ano Novo ideal para quem pretende realizar sonhos em 2019, encontrar um amor, ou quem sabe uma boa e verdadeira amizade?

A aposta no tom para o Réveillon pode cair bem para compor o guarda-roupa de verão. Uma das opções é o rosa millennial, que é um tom pastel, bem clarinho que, assim como azul lavanda, está na moda.

O entusiasmo pode ser atraído com um look laranja

Quer aproveitar o Ano Novo para tirar aqueles projetos do papel, mudar o que vem adiando há muito tempo e se aventurar? Passar a noite de laranja pode ajudar a atrair a energia que você precisa.

Como também é um tom visto nas coleções de primavera/verão das lojas, vai ser fácil encontrar um look com essa cor de Ano Novo. A variedade de tons ajuda ainda na hora de escolher aquele que mais combina com a sua cor de pele ou personalidade, por exemplo.

Roxo é a cor de Ano Novo para quem busca autoconhecimento

Estar bem consigo é um dos fatores que influencia no sucesso, seja profissional ou pessoal. Não é à toa que esse aspecto é trabalhado em uma consultoria de imagem e estilo, por exemplo.

Se um dos seus objetivos para 2019 é se reconectar consigo, buscar autoconhecimento e paz interior, a cor ideal para a data é o roxo. Claro que ele pode aparecer em diferentes tonalidades, como lilás.

A serenidade pode ser atraída com a cor azul

O estresse do dia a dia pode afetar até mesmo a nossa saúde. Quem precisa desacelerar, buscar serenidade e tranquilidade, pode apostar no azul como uma das cores de Ano Novo.

Como tem várias tonalidades, o azul acaba caindo bem em praticamente todas as cores de pele, o que é ótimo! O azul lavanda, que é um tom bem clarinho, está super na moda. Mas se você quer um look mais elegante, o azul marinho pode ser ideal.

Verde é uma das cores de Ano Novo para quem precisa de esperança

Outro sentimento que muita gente busca é a esperança. E o verde pode ajudar a entrar no clima em 2019. Além disso, a cor pode significar sorte, que sempre é bem-vinda, não é mesmo?

A diversidade de tons de verde também pode ajudar na hora de compor um look de Ano Novo nessa cor. O ideal, claro, é sempre investir em peças que você vá usar em outras ocasiões, para evitar que aconteça o mesmo com aqueles vestidos brancos de Réveillon.

Preto é uma das cores de Ano Novo para atrair surpresas

Quem gosta de ser surpreendido pode apostar no preto como uma das cores de Ano Novo. Apesar de aparecer um tom pesado, não atrai energias negativas. Em vez disso, usar preto no Réveillon significa que a pessoa quer ter um ano cheio de mistérios e surpresas.

Agora, o fato é que realmente usar preto no Ano Novo pode ficar um tanto quanto "pesado" em meio a tantos looks brancos. Por isso, o ideal é investir em peças de tecidos leves, como fibras naturais, que também estão em alta na estação.

E então, o que achou das dicas de hoje? Já sabe o que vai vestir? Então conta para mim pelos comentários!

Como identificar minha paleta de cores pessoal?

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

09.11.18

A gente já falou aqui no blog sobre a importância de conhecer as cores de maquiagem ideais para cada tonalidade de pele, sobre a importância de saber quais cores de roupa combinam mais com você e até sobre técnicas de visagismo. Agora, chegou a hora de descobrir como escolher a sua paleta de cores pessoal.

A identificação da sua paleta de cores pessoal vai ajudar muito a marcar o seu estilo e personalidade. Sabendo o que combina e cai bem com o seu corpo, com a cor da sua pele e com a imagem que você quer passar, certamente você vai ter mais segurança na hora de se vestir e se maquiar.

Para você ter uma ideia da importância das cores na construção dos looks, seja na roupa, na maquiagem ou no cabelo, determinados tons podem fazer parecermos mais velhos, realçar rugas, espinhas e outras imperfeições da pele, e até fazer nossos dentes parecerem mais amarelados!

Ficou curioso para saber como as cores podem te ajudar a construir o look ideal e melhorar a sua aparência? Então, vou falar um pouco sobre o que é uma paleta de cores pessoal e sobre como você pode reconhecer a sua de maneira prática. Confira a seguir!

O que é uma paleta de cores pessoal?

Todos nós somos diferentes em quesitos como personalidade, formato do corpo e do rosto, idade, cor de cabelo, de pele, dos cabelos, dos olhos... Essas características podem ser muito diversas, não é mesmo?

E é claro que, tirando o pretinho básico, uma só cor não vai combinar com todas as diferentes possibilidades desses conjuntos de características. É aí que entra a paleta de cores pessoal.

Basicamente, uma paleta de cores pessoal reúne não só algumas cores, mas também as separa em tonalidade, para você decidir se o que mais combina com você são cores quentes ou frias, escuras ou claras, e ainda se são iluminadas ou opacas.

Depois de descobrir qual é o conjunto de cores que mais combina com você e a sua personalidade, é hora de olhar para as peças que já tem e organizar o seu guarda-roupas de maneira a otimizar o uso dessas cores e valorizar a sua aparência.

Conhecer a sua paleta de cores pessoal também vai ajudar na hora de fazer novas compras. Com certeza, vai ficar mais fácil encontrar peças que fiquem bem em você depois de conhecer quais cores são as ideais.

Como reconhecer a sua paleta de cores pessoal

Paleta de Cores Pessoal

Existem algumas maneiras de descobrir qual é a sua paleta de cores pessoal em casa mesmo. Mas, certamente, uma consultora de imagem e estilo pode te ajudar nessa missão, já que tem a expertise sobre o assunto, com experiência e conhecimento das técnicas para fazer essa definição com você.

Agora, uma dica para descobrir quais são as suas cores ideias em casa mesmo é separar algumas paletas de cores na internet e imprimir. Você vai precisar estar sem maquiagem e com roupas de cores neutras, como preto.

Outra dica é tampar os cabelos com um pano também de cor neutra, para que não influencie na decisão. Feito isso, vá para a frente de um espelho e coloque as paletas de cores perto do seu rosto uma a uma e observe qual delas combina mais com você.

Nessa hora, você vai perceber que algumas paletas vão te deixar com aparência envelhecida, "pesada", cansada, mas também que uma das paletas de cores pessoal vai combinar muito bem; e é nessas cores que você deve focar na hora de se vestir!

Fazer um curso de Personal Colors é outra maneira de encontrar a sua paleta de cores pessoal. Nele, você vai aprender não só sobre os tons de roupa que caem melhor, como também as cores de maquiagem e de cabelo, por exemplo.

E para quem quer buscar ainda mais aprendizado, é possível fazer um curso sobre visagismo, para aprender não só sobre as cores mais adequadas, como também o estilo de roupa, de corte de cabelo, entre outras características que podem te ajudar a se sentir mais confiante na hora de se vestir, aumentar a sua autoestima, além de ajudar no branding pessoal, que é aquela imagem que você quer passar para as pessoas.

Gostou de saber minhas dicas sobre paleta de cores pessoal? Se ficou alguma dúvida, deixe pelos comentários! 

Cuidar da autoestima somente após o fim do relacionamento?

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

12.10.18

Muitas vezes, quando começamos um relacionamento, deixamos de lado nossas preferências na hora de se vestir, de se maquiar e de se arrumar, de maneira geral, em detrimento dos gostos da outra pessoa. Mas será que isso nos faz bem?

Viver pensando em agradar outra pessoa pode ser bastante desgastante e acabar ofuscando quem realmente somos e o que queremos para as nossas vidas. E, quando esse relacionamento chega ao fim - ou mesmo durante ele -, podemos nos deparar com uma imagem pessoal que não era aquela que queríamos para nós mesmas.

Se você ainda não parou para pensar sobre isso, a ideia desse post é fazer refletir sobre a autoestima atrelada ao relacionamento - o que pode ser bastante polêmico. Para isso, selecionei algumas perguntas que podem ser a chave para descobrir se o seu relacionamento está minando a sua autoestima e autoconfiança.

Quem era você antes do seu relacionamento?

As pessoas mudam conforme o passar do tempo, e isso é comum e natural. A reflexão aqui deve ser sobre como se deu essa mudança. Se você era uma pessoa muito brincalhona e passou a ser mais contida, por exemplo, isso foi por conta do seu amadurecimento pessoal ou porque seu parceiro (a) te exigiu disso, direta ou indiretamente?

Mudar o seu comportamento e o seu jeito de ser por causa de outra pessoa pode não ser saudável para você mesma, pois pode se tornar cansativo forjar uma personalidade tentando agradar outra pessoa.

Se você chegou à conclusão de que vem agindo conforme os gostos e preferências da outra pessoa, talvez seja a hora de rever o seu relacionamento, refletindo se ele está te fazendo bem e se você está feliz consigo mesma, se consegue ser completa mesmo sem a outra pessoa, ou se depende emocionalmente ou financeiramente de alguém para se sentir feliz.

Para sermos felizes, é preciso cultivar sentimentos de satisfação com quem somos, com o que fazemos e como agimos. Esse sentimento não pode estar atrelado a um relacionamento ou a qualquer outro aspecto que não dependa exclusivamente de nós mesmas.

O que gostava de vestir antes do seu relacionamento?

Também é muito comum mudarmos nosso estilo com o passar do tempo, e isso se deve, inclusive, ao nosso amadurecimento, crescimento pessoal e até profissional. Nesse aspecto, cabe também a reflexão sobre como se deu essa mudança: foi natural, porque você quis, achou necessário, ou foi porque outra pessoa impôs?

Em muitos casos, um relacionamento abusivo tem seus primeiros sinais quando o outro passa a exigir que se use um certo tipo de roupa. Isso pode ser sutil, induzindo você a querer mudar para agradar a outra pessoa ou mesmo manter o seu relacionamento.

Porém, os pedidos para trocar de roupa, para usar comprimentos mais longos, evitar decotes ou qualquer outra mudança podem vir acompanhados de agressões psicológicas, verbais, e até mesmo físicas.

Fique atenta a esse tipo de comportamento. Pôr fim a um relacionamento abusivo pode ser muito difícil, principalmente quando você acha que depende daquela pessoa.

Se você identificar esse tipo de comportamento vindo de seu parceiro (a), observe a evolução disso no seu relacionamento e esteja pronta para buscar ajuda se achar necessário. Amigos, parentes e psicólogos podem te ajudar a ter mais clareza sobre o que está acontecendo, sobre o que você sente e o que deve fazer.

Cuidar de você durante o relacionamento

Agora, nem sempre esse é o caso e, muitas vezes, mesmo estando em um relacionamento saudável, deixamos de lado nossas preferências por estarmos acomodadas ou sem tempo, por exemplo. A questão é: como você era antes do seu relacionamento: sentia-se bem quando se arrumava? Usava maquiagem e acessórios?

Pense no que mudou e porque isso aconteceu. Tente resgatar quem você era, ou quem você quer ser daqui pra frente, caso aquela figura não te represente mais. É importante nos mantermos fortes e com a autoestima elevada mesmo quando não precisamos conquistar uma pessoa, ou já estamos em um relacionamento há muito tempo.

Isso porque a imagem que passamos para as pessoas reflete nas nossas relações, na nossa vida profissional e, principalmente, em como agimos, nos colocamos e em como nos sentimos com relação a nós mesmas, mesmo que isso seja implícito, ou seja, nem sempre você associa sua infelicidade ou falta de satisfação em algum aspecto da vida com a sua imagem pessoal.

Se o seu relacionamento terminasse hoje, o que mudaria em você?

E uma última pergunta que gostaria que você refletisse é: se você terminasse o seu relacionamento, você mudaria algo, como a cor dos cabelos, o corte, ou as roupas que usa? Se a resposta for sim, é hora de reverter isso!

Claro que é muito importante identificar os motivos pelos quais você não está se comportando ou se vestindo da maneira como gostaria. Para isso, você vai precisar pensar bastante e até mesmo buscar ajuda profissional como um psicólogo, por exemplo.

Mas, independentemente dos motivos que te levaram a ser ou a se vestir de outra maneira, é necessário rever esse comportamento e concentrar o seu olhar sobre os seus desejos e vontades.

Pode ser que você esteja até em um emprego ou profissão que não seja a que realmente quer só para agradar alguém ou manter seu relacionamento. Pense bem sobre todos esses pontos e coloque no papel o que gostaria de mudar.

O que você gostaria de fazer e não faz por causa do seu relacionamento? Como você quer se vestir? Que tipo de maquiagem ou acessórios acha que combinam com você e tem deixado de usar? Busque estar satisfeita com o seu eu e elevar sua autoconfiança hoje mesmo!

Se achar necessário, busque ajuda de uma consultoria de imagem e estilo para entender qual é a melhor maquiagem para o seu tom de pele, quais roupas combinam mais com você e como passar uma imagem segura e positiva que te deixe feliz e eleve a sua autoestima!

Até a próxima!

Como escolher o presente ideal para o Dia dos Namorados?

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

05.06.18

Para agradar seu parceiro ou parceira com um presente de dia dos namorados especial, é preciso, primeiro, conhecer bem seus gostos, personalidade e temperamento. Aqui no blog, já falamos de algumas técnicas de visagismo que podem te ajudar, como por exemplo a cor ideal de maquiagem para cada pele, dicas para se vestir bem no trabalho, além de algumas orientações para se vestir com segurança. Agora, vamos falar sobre como essas técnicas podem se aplicar à personalidade de cada um, facilitando na hora da escolha do presente de dia dos namorados. Para começar, é bom explicar que diversas teorias apontam para a existência de quatro grandes grupos de temperamentos, com traços e características diferentes: sanguíneo, colérico, melancólico e fleumático. A seguir, conheça um pouco mais sobre cada um e descubra qual é o presente de dia dos namorados ideal em cada caso!

Sanguíneos: presente de dia dos namorados também pode ser uma experiência

Os sanguíneos são aqueles alto-astral, sabe? Gostam de festas e aventuras. Eles estão sempre alegres e são bastante comunicativos. Como são mais informais e gostam de estar no centro das atenções, acessórios e peças de roupas mais marcantes podem ser ideais. Para a primeira opção, um maxi colar ou um relógio imponente podem agradar. Já as roupas podem ter estampas mais chamativas e cores fortes. Outra opção é apostar em um perfume que seja refrescante e reflita a personalidade alegre. E se você não quer dar um objeto de presente de dia dos namorados, e sim uma experiência, vale a pena pensar em algo criativo e marcante, como assistirem juntos a um espetáculo ou corrida automotiva. Você também pode levá-lo para uma viagem que proporcione contato com a natureza, como um destino de praia ou serra, por exemplo.

Coléricos são mais sofisticados e têm traços marcantes

Quem tem temperamento colérico geralmente gosta de coisas de boa qualidade, o que já é uma dica e tanto para acertar no presente de dia dos namorados! Com vocação para liderar, os coléricos são bons em fazer planejamentos, mas também são um tanto quanto impacientes. Sua personalidade é mais reservada e prática. As características desse temperamento costumam ser fortes e marcantes. Só com essas dicas já dá para ter uma boa ideia de como presentear: perfumes amadeirados e sexys, que tenham uma fragrância notável, lingerie que desperte o lado sensual ou, quem sabe, uma roupa ou sapato mais moderno. Como são mais sofisticados, uma joia também cai bem! Se a ideia for proporcionar uma experiência como presente de dia dos namorados, reservar um restaurante mais sofisticado para uma noite especial pode agradar. Caso prefira viajar, escolha um bom hotel em um destino que combine com seu parceiro ou parceira.

Melancólicos gostam de presentes românticos

Presente para o Dia dos Namorados O temperamento melancólico é o mais romântico e artístico de todos. Desse jeito, escolher o presente de dia dos namorados certo não vai ser uma missão difícil, já que são muitas as opções que combinam apenas com essas duas características! Os melancólicos costumam ser minimalistas, já que são extremamente organizados. Eles também são bastante sensíveis - daí o nome dado a essa personalidade. Quer dar um perfume? Os florais, mais adocicados e orientais combinam bem com esse temperamento. E como têm um estilo romântico, clássico e natural esportivo, se a escolha for por peças de roupa, siga um desses estilos para não errar. E não se esqueça: como são mais românticos, vale a pena caprichar em um cartão com uma declaração, ou ainda comprar um presente de dia dos namorados que tenha valor sentimental ou simbólico, como aliança de compromisso, livro de memórias com fotos do casal ou um jantar à luz de velas.

Fleumáticos são fáceis de lidar, e também de agradar!

Sabe aquele amigo para todas as horas, que adora ajudar os outros e está sempre disponível? Se seu parceiro ou parceira é assim, provavelmente é um fleumático! Esse temperamento costuma ser bastante diplomático e fácil de lidar, mas também conformista e pouco vaidoso. Como são mais simples e fáceis de agradar, escolher um presente de dia dos namorados não vai ser difícil. Se for comprar um perfume, é melhor que tenha uma fragrância mais discreta, ou ainda que seja uma água de banho, com cheiro fraquinho e pouco chamativo. Escolher uma peça de roupa para presentear também vai ser fácil: aposte no básico, mas prefira aquelas que sejam confortáveis e de boa qualidade, como um jeans ou uma camiseta que vá durar bastante. Os fleumáticos também gostam bastante de programas gastronômicos. Geralmente, amam comer e assistir a filmes. Então, que tal um cinema e depois um jantar romântico em um lugar que ele ou ela goste? E, por não serem muito vaidosos, é importante observar se existe um desejo latente para melhorar a aparência, e ajudar nessa missão, aumentando a autoestima! Nesse caso, um presente bacana é o curso de Personal Colors Makeup, que ensina como realçar a beleza natural a partir de técnicas de visagismo! Que tal experimentar?

Saiba tudo sobre como organizar seu guarda-roupas

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

17.05.18

Organizar seu guarda-roupas costuma ser um dos primeiros passos de uma consultoria de imagem e estilo justamente porque ajuda a identificar o que você realmente precisa e o que não te serve mais. Com isso, você enxerga melhor suas roupas, acessórios e sapatos, consegue montar looks com mais facilidade, o que vai te deixar mais segura na hora de se vestir. Além disso, ao organizar seu guarda-roupas, aquela velha desculpa de "não tenho o que vestir" tende a ser deixada de lado, pois geralmente essa fala tem por trás um armário desorganizado. Isso sem falar que viver no meio da bagunça pode ser bastante estressante! Para te ajudar a recuperar aquela sensação de bem-estar ao ver tudo em ordem, separei 5 dicas de como organizar seu guarda-roupas, que podem te ajudar nessa tarefa. Confira a seguir!

1. Reveja suas roupas ao menos uma vez ao ano

Separe pelo menos um dia por ano para organizar suas roupas, acessórios e calçados. Nesse processo, é importante separar os itens em três pilhas: as peças que precisam ir para o lixo, as que vão para a doação, e as que você vai manter no guarda-roupas. A primeira é composta por aquelas peças que estão muito velhas, desgastadas, manchadas ou até furadas. Na pilha da doação, coloque apenas os itens em bom estado, mas que não te servem mais, não caem bem ou que simplesmente você não usa mais. E não se esqueça: roupas íntimas não devem ser doadas! Ao organizar seu guarda-roupas, uma dica é colocar em um saquinho limpo e seco as peças que vão para o lixo. Assim, caso alguém encontre e queira ficar, elas vão estar limpinhas. Já a doação pode ser para amigas, igrejas, instituições de caridade... você pode até anunciar as peças na internet e vender para ganhar uma graninha extra! Agora, as peças que você usa no dia a dia precisam voltar para o guarda-roupas durante a organização. E sabe aquelas que você não usa há muito tempo? Experimente, veja se ainda servem, se te caem bem, e tente criar looks com elas. Se no seu armário não tiverem peças que combinem, talvez seja melhor se desfazer dessas roupas. Certas cores e estampas podem não combinar muito com o seu estilo ou com o seu tom de pele, por exemplo. Você pode usar técnicas de visagismo ou fazer um curso de Personal Colors para te ajudar a entender quais são as suas cores ideais e evitar aquelas peças que não combinam muito com você.

2. Ao organizar seu guarda-roupas, use cabides iguais

A organização é muito visual, certo? E quando você tem cabides de cores e tamanhos diferentes a sensação pode ser de que está tudo uma bagunça, mesmo sem necessariamente estar. Tente comprar cabides iguais para todas as peças. Assim, você vai ter uma impressão melhor ao abrir o guarda-roupas, e vai conseguir enxergar as peças com mais facilidade. Como organizar seu guarda-roupas

3. Use capas protetoras para peças delicadas

Sabe aquele vestido de festa bordado ou de tecido delicado que você quase não usa? Coloque em uma capa protetora para evitar que ele sofra com a ação do tempo ou seja danificado com a movimentação das roupas no dia a dia. Outra dica para peças delicadas é observar se elas devem mesmo ficar em cabides. Casacos de lã, por exemplo, não podem ser pendurados, pois tendem a ter a fibra danificada, além do risco de puxar fio. Nesse caso, o ideal é colocá-los em saquinhos de tecido e guardar na gaveta quando for organizar seu guarda-roupas.

4. Organize seu guarda-roupas com caixas, cestos e divisórias 

Até agora, falamos apenas da roupas. Mas outros itens como acessórios, sapatos, bolsas, roupas de cama e toalhas costumam dividir espaço no armário. Certifique-se de que cada tipo de item tem um lugar específico na hora de organizar seu guarda-roupas. Você pode usar caixas e cestos para colocar sapatos, por exemplo. Além disso, use as divisórias do armário para determinar qual vai ser o espaço de cada tipo de coisa. Outra possibilidade é comprar caixas específicas para itens como bijuterias e relógios, para manter a organização. Também é possível comprar divisórias para gavetas, separando espaços de roupas íntimas e outros acessórios.

5. Separe as roupas por tipos ou cores ao organizar seu guarda-roupas

Na hora de organizar seu guarda-roupas, é importante definir como você prefere que seja feita a divisão dos itens. Duas opções podem ser interessantes: escolher separar as roupas por tipos ou por cores. Se você tem roupas específicas para cada ocasião, como para sair e para trabalhar, pode fazer a organização do seu guarda-roupas seguindo essa lógica, o que vai te facilitar bastante no dia a dia na hora de escolher o que vestir, por exemplo. Também é possível separar roupas de calor, roupas de meia estação, de frio e casacos, por exemplo. Ou, se preferir, organize seu guarda-roupas por cores. O ideal, nesse caso, é que você use o método que vá tornar o seu dia a dia mais simples! E então, o que achou das minhas dicas? Se ficou alguma dúvida, deixe seu comentário para que eu possa te ajudar!