Visualizar as mensagens categorizadas de acordo com: Pessoal

4 passos para construir uma marca pessoal forte

Posted by Nana in 1, Pessoal, Profissional | 0 comments

08.03.19

Conquistar objetivos pessoais ou profissionais depende muito do nosso empenho, certo? E um dos pontos que devemos estar sempre atentos é à nossa marca pessoal. Todos nós temos uma, mas nem sempre essa marca pessoal é forte o suficiente para nos ajudar a atingir nossas metas. Para te ajudar nesse processo de construção de imagem, vou falar um pouco mais sobre o assunto e ainda te dar dicas de como conquistar uma marca pessoal forte. Confira!

O que é marca pessoal?

Muita gente pode confundir a marca pessoal com o marketing ou o branding pessoal. Para tentar explicar facilmente o que é uma marca pessoal, vou fazer uma analogia. Imagine um produto que foi criado para ser vendido, como uma camisa. Ela tem diversas características. Pode ser fácil de passar ou amassar com facilidade, pode ter uma cor diferenciada ou simplesmente ser branca. Seu tecido pode ser macio e agradável, ou áspero e pinicar na pele, por exemplo. Para vender essa camisa, o fabricante vai precisar usar técnicas de marketing. Assim, vai procurar ressaltar as características positivas, ou até mesmo atrelar aquele produto à uma causa especial. Conosco acontece basicamente da mesma maneira. Nós temos as nossas características, sejam elas físicas ou não. E essa é a nossa marca pessoal. Isso quer dizer que todos nós temos uma marca pessoal. Geralmente, ela é formada por aquela característica que temos e que mais se destaca. Seja o jeito de falar, a empatia, ou outro aspecto que se sobressai entre os demais. Agora, para ter uma marca pessoal forte é preciso trabalhar o branding pessoal. Dessa maneira, você vai conseguir tomar consciência das características que precisa reforçar, e daquelas que precisa trabalhar para melhorar, como acontece no marketing. Mas por que cuidar da marca pessoal e torná-la forte? Essa pergunta tem uma resposta muito simples: para melhorar todos os aspectos da sua vida. Ser uma pessoa melhor dentro e fora do trabalho, conseguir uma promoção, sentir-se mais confiante e segura são só alguns dos exemplos do que uma marca pessoal forte pode fazer na sua vida.

Mas como construir uma marca pessoal forte?

Ter uma marca pessoal forte não é algo que se conquista de uma hora para a outra. É importante que você saiba que será uma construção, e que vai exigir esforços dia após dia. Ou seja, é uma trajetória que envolve conhecimento, estudo e aperfeiçoamento constante. Para te ajudar, separei algumas dicas.

1. Busque autoconhecimento

Conhecer seus pontos fortes e aqueles que precisam ser melhorados é um dos primeiros passos para construir uma imagem pessoal marcante. Pode soar estranho, mas muitas pessoas não conhecem muito bem a si mesmas, a ponto de não saberem nem mesmo do que gostam de verdade. Então, se você quer ter uma imagem pessoal forte, comece buscando autoconhecimento. Existem muitas maneiras de você fazer isso. Uma delas é buscando a ajuda de um psicólogo, fazendo terapia, por exemplo. Além disso, busque fazer reflexões sobre você mesmo e conversar com pessoas próximas, de confiança e que você julgue que são capazes de te dar conselhos.

2. Trabalhe a sua imagem pessoal

Marca pessoal Depois de saber quais são seus pontos fracos e fortes, é hora de trabalhar a sua imagem pessoal. Uma das formas de começar é de fora para dentro. Isso acontece em um processo de consultoria de imagem e estilo, por exemplo. Assim, o profissional consegue avaliar quem você é, entender quais são seus objetivos e analisa a sua aparência para saber se ela condiz com a imagem que você quer passar para as pessoas. Mais uma vez, esse é um processo que depende muito do cliente estar aberto ao novo e à mudança, por exemplo. No geral, os resultados são muito positivos. Mas, claro, você pode tentar fazer essas mudanças por si só. Pesquise bastante, leia e estude sobre assuntos como visagismo, paleta de cores pessoais, descubra qual é o seu tipo de corpo e saiba quais peças caem melhor em você, por exemplo. Porém, trabalhar a sua imagem pessoal também envolve aspectos que vão muito além da aparência. Por isso mesmo, antes de começar essa etapa, você precisa de um bom nível de conhecimento sobre si mesmo.

3. Amplie sua rede de contatos

Outra maneira de trabalhar a sua marca pessoal é ampliando a sua rede de contatos, o famoso networking. Você pode fazer isso através das redes sociais, por exemplo. Além disso, é possível frequentar eventos na sua área, participar de palestras e workshops para conhecer pessoas que atuam no mesmo ramo que você. Também dá para atrair pessoas nas redes sociais por meio da produção de conteúdo. Divida com as pessoas as suas experiências e os seus conhecimentos. Crie conversas nas redes sociais para conquistar mais seguidores e, assim, ampliar sua rede de contatos.

4. Seja coerente

E não menos importante: seja sempre coerente. Essa é uma dica que vale para a vida toda, mas principalmente para quem quer ter uma marca pessoal forte. Não adianta você querer passar uma imagem de uma pessoa que você não é. Isso vale tanto para situações presenciais como online, em redes sociais e blogs, por exemplo. É por isso que é tão importante ter autoconhecimento. Assim, você vai descobrir de que maneira pode potencializar o que tem de bom e criar sua marca pessoal em cima disso. E por fim, não tente copiar comportamentos ou atitudes de outras pessoas que não tenham nada a ver com a sua personalidade. E então, o que achou das minhas dicas? Aproveite e compartilhe-as em suas redes sociais também!

Looks de Carnaval: 7 ideias para arrasar este ano

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

01.03.19

Blocos de carnaval, desfiles de escolas de samba e até mesmo festinhas privadas arrastam milhões de brasileiros todos os anos. Em 2019, o carnaval acontece no início de março. E mesmo que você esteja com pouco dinheiro ou sem nenhuma criatividade, dá tempo de arrasar nos looks de carnaval! Misturar festa e moda tem tudo a ver com a cultura brasileira. E com as tendências atuais, fica fácil combinar peças que você já tem com algumas mais alegres, coloridas e até mesmo brilhosas para montar um look de carnaval inesquecível. Para te ajudar nos looks de carnaval, separei 7 dicas. Algumas delas não saem de moda e você pode reaproveitar no ano seguinte. Confira!

1. Invista nos acessórios de cabeça

Quem gosta de carnaval sabe que o conforto é primordial. Usar sapatos baixos e que não machuquem, claro, é uma regra. Mas você também pode apostar em looks de carnaval que te deem mobilidade e liberdade para aproveitar a festa. Essas peças podem até ser aquelas básicas que você já tem em casa, como um short jeans e uma blusa com cores mais alegres e chamativas. Então, para complementar e realmente ter um look de carnaval, aposte nos acessórios. Hoje em dia, até mesmo as lojas fast fashion trazem coleções dedicadas à essa época do ano. Ou seja, não importa em qual parte do Brasil você está, vai ser fácil encontrar um acessório que seja a sua cara! O mais comum para um look de carnaval é apostar nos acessórios para a cabeça. São arquinhos e tiaras com flores, frutas, de unicórnio ou orelhas de gatinho ou coelhinho.

2. Bodies e maiôs são ótimos para looks de carnaval

Outro item que ganhou força e pode dar up no seu look de carnaval são os bodies e os maiôs. Quem vai passar as festas perto da praia pode aproveitar a versatilidade de um maiô para dar um mergulho a qualquer hora. Combinando com um shortinho confortável e um acessório de cabeça, como já comentado, seu look de praia para o carnaval está pronto! Além disso, as lojas estão cheias de modelos de bodies. Muitos deles combinam 100% com o carnaval, já que trazem estampas como arco-íris, frases divertidas, escamas e brilho.

3. Óculos de sol customizado

Mais uma ideia para montar looks de carnaval de maneira fácil e prática é customizando seus óculos de sol. Essa é uma época em que costuma fazer muito calor e o sol pode castigar. Por isso, esses acessórios já são mesmo indispensáveis. Então, que tal enfeitar seus óculos de sol com flores, penas e brilho para um visual despojado no carnaval?

4. Purpurina pode ser seu próprio look de carnaval!

Looks de Carnaval

Fonte: deiacypri.com.br

Para alguns, a purpurina já faz parte dos looks de carnaval! Ela ganhou as ruas há alguns anos e vem conquistando cada vez mais adeptos. Você pode usar purpurina na maquiagem, e até mesmo passar um pouco no corpo, como no colo ou nos ombros. Assim, pode apostar em peças mais simples e só complementar com o brilho. É uma solução barata e que não abre mão do seu conforto para ter um look de carnaval que te permite brincar e se divertir!

5. Fantasias

E, claro, não poderia deixar as fantasias de fora. Esses looks de carnaval são um clássico. Agora, todo ano tem algumas que estão em alta. Em 2019, você vai ver muitas sereias, unicórnios e inspirações em heroínas. Mas também tem aquelas fantasias de carnaval que são clássicas, como salva-vidas, militar e médico ou enfermeiro. Uma dica é ser criativo e aproveitar memes e temas atuais para criar looks de carnaval autênticos. A Giovana, segurando o forninho, por exemplo, foi muito explorada em fantasias há algum tempo. Além disso, você pode combinar fantasias com outra pessoa ou até mesmo com um grupo de amigos.

6. Meias arrastão

Você também pode apostar em meias arrastão, que são básicas e podem ser usadas em outras ocasiões também. Se essa for a ideia, compre em cores como branco ou preto. Mas, se você quiser ousar mais no look de carnaval, invista em uma meia arrastão colorida. Elas podem ser encontradas em cores fortes como roxo, verde e vermelho.

7. Pochetes

As pochetes voltaram com tudo e combinam muito o carnaval! Como bolsas e mochilas não são muito práticas em blocos de carnaval, por exemplo, as pochetes são uma ótima solução. Além disso, elas podem complementar e até mesmo ser o acessório principal em um look de carnaval. Isso porque elas são encontradas em diferentes cores e até mesmo com brilho, metalizadas, estampadas ou até de couro. E então, o que achou das minhas dicas? Agora é só correr para montar seu look de carnaval e cair na folia!

Como fazer achados e ter olho clínico na hora das compras

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

15.02.19

Promoções, brechós e lojas populares muitas vezes não entram nos nossos circuitos de compras. No entanto, podem representar uma ótima oportunidade de garimpar peças bonitas, de qualidade e com preço mais em conta.

Quando vamos às compras, é natural nossos olhos se voltarem para aquelas peças mais caras. Elas geralmente aparentam ter uma qualidade melhor e, em lojas de grife, por exemplo, ficam em posições de destaque, que chamam a nossa atenção.

Porém, no emaranhado de cores e tamanhos diferentes das lojas de departamento ou populares, também é possível fazer ótimos achados e garantir compras interessantes.

O mesmo pode acontecer em brechós ou naquelas épocas de promoção, em que as lojas costumam ficar mais bagunçadas mesmo.

Se você é daquelas que dificilmente consegue fazer boas compras nessas situações, este post vai te ajudar! A seguir, veja algumas dicas para garimpar peças boas e baratas em qualquer lugar!

1. Tenha paciência na hora das compras

Geralmente, as lojas que têm preços mais em conta são aquelas cheias de araras, em que você precisa procurar as peças por conta própria. Nas chamadas lojas fast fashion, por exemplo, pode haver diversos tamanhos de uma mesma peça em uma só arara. Até as cores podem estar misturadas.

E aí, não tem jeito, é necessário ter paciência para procurar aquela peça que você quer. Ou seja, com o tamanho e a cor certas.

2. Fique de olho nas estampas e tendências

Para fazer boas compras garimpando em brechós, promoções e lojas populares, é muito importante ficar atenta às estampas. Muitas vezes, elas não são muito bem elaboradas e o desenho nem se encaixa muito bem na peça, por exemplo.

Por isso, além de observar se a aplicação está bem-feita, veja ainda se é uma estampa bonita e que se assemelha às vistas em lojas mais caras. Se você não gostar dos desenhos das peças nessas lojas, opte por aquelas peças básicas e lisas.

Essa é uma ótima dica para brechós, por exemplo. Geralmente, as pessoas vão atrás de estampas icônicas ou que estão em alta e se esquecem daquelas peças básicas, mas que são de ótima qualidade, apesar de serem de segunda mão.

E você sabe aquela peça-desejo que é tendência na estação e você quer experimentar? As lojas fast fashion podem ser grandes aliadas nessas horas. Elas geralmente acompanham o que está em alta, e oferecem peças a um custo bem menor.

E, vamos combinar, se é para usar por pouco tempo mesmo, você não vai precisar de uma roupa de alta qualidade e que custa muito mais caro no seu guarda-roupas.

Essa dica também vale para aquelas peças em que você não sente muita segurança, mas quer experimentar usar para ver se se acostuma. Comece escolhendo uma mais baratinha, de uma loja popular, por exemplo.

Se você gostar daquele comprimento ou daquele decote, procure uma peça similar com mais qualidade para poder usar por mais tempo.

3. Pegue tudo e experimente

Quando estiver fazendo compras, pegue todas as peças que enxergar potencial ou que combinem com o seu estilo. Escolha os tamanhos certos e vá para o provador.

Essa dica é importante principalmente em épocas de liquidação ou brechós, em que as quantidades são reduzidas e outras pessoas podem a levar peça que você viu se você demorar a decidir.

Para fazer boas compras, é essencial não pular a parte de experimentar tudo o que escolheu. É nessa hora que você vai ver se a modelagem é boa, se a peça vestiu bem em você, se o tecido é confortável e se realmente vale a pena o investimento.

4. Verifique a qualidade e possíveis defeitos

Depois de ter escolhido as peças que gostou, ter experimentado e feito a triagem do que você gostou e do que não vestiu bem, é hora de ver se as peças têm qualidade e se não têm defeitos.

Verifique as costuras, estique um pouco nessas partes para ver se é frágil ou se apresenta boa qualidade.

Veja ainda se não há defeitos como furos, manchas, rasgos, zíper emperrado ou algo do tipo. Muitas vezes, não vale a pena sair às compras e voltar cheia de peças que precisam de reparos.

5. Não se esqueça dos acessórios

Por fim, não se esqueça de dar uma olhada nos acessórios sempre que for às compras. Eles podem ser essenciais para um up do seu look do trabalho ou mesmo para passear. Lojas populares e até as de departamento podem ter peças interessantes para incrementar o visual.

Lenços, brincos, colares e anéis podem dar outra cara ao seu look, mesmo se não forem caros. Leve em consideração as outras dicas apresentadas também na hora de ir às compras atrás de acessórios e, certamente, vai ser um sucesso!

E então, o que achou das dicas para garimpar mais e melhor? Se ficou alguma dúvida, deixe seu comentário!

Fiz 40 anos! Quais peças posso usar e continuar antenada?

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

09.02.19

Os 40 anos são os novos 30. Quando chegam a essa idade, muitas mulheres podem começar a refletir sobre suas conquistas pessoais e profissionais e até mesmo sobre a sua aparência.

A pele, os cabelos e o formato do corpo já não são mais os mesmos de quando tínhamos 20 anos. E isso, claro, é absolutamente normal.

Essa também pode ser uma idade em que a mulher começa a não se sentir tão confortável com o seu guarda-roupas. Aos 40 anos, muitas podem achar que chegou a hora de usar peças mais sóbrias e apostar em looks discretos, seja nos looks para trabalhar ou passear.

Porém, a verdade é que o importante mesmo é sempre se sentir confortável com o que veste. E não só isso, mas também com a sua aparência de maneira geral.

Se arrumar de forma que se sinta segura é essencial para passar uma imagem positiva para as pessoas, além de se sentir confortável durante os compromissos do dia a dia.

Por isso, separei algumas dicas muito importantes para quem chegou aos 40 anos e quer rever seu guada-roupa ou a maneira como se veste. Acompanhe!

Respeite sempre as suas características físicas 

Uma dica de ouro e primordial na hora de se vestir, escolher um corte de cabelo, um penteado ou maquiagem é conhecer as próprias características físicas. 

Você precisa saber o que tem de melhor e deve ser valorizado. Além disso, aquelas partes que não te deixam muito segura podem ser disfarçadas facilmente com alguns truques.

Por exemplo, aos 40 anos é normal que as mulheres já não tenham aquela barriguinha seca de anos atrás. Mesmo com dieta e exercícios, muitas têm dificuldade em manter em forma essa parte do corpo.

Por isso, é importante tomar cuidado com peças muito justas quando passar dos 40 anos, principalmente as que apertam essa região, exatamente para evitar marcar e evidenciar algo que você, na verdade, quer disfarçar.

Apostar em partes de cima mais soltinhas pode ser uma boa ideia. Contudo, peças plissadas na região ou transpassadas também podem ajudar a disfarçar a barriga.

Se você gostar das suas pernas, e quiser, também podem exibi-las. Quem passou dos 40 anos não precisa deixar de lado vestidos acima do joelho, por exemplo.

Só é importante tomar cuidado com o comprimento. Evite peças muito curtas e que até possam te deixar desconfortável ou insegura.

Posso usar calça jeans depois dos 40 anos?

Outra peça que muita gente pode deixar de usar depois dos 40 anos é calça jeans. Elas são muito básicas e atemporais, e não precisam ser esquecidas.

Porém, quando você tem mais de 40 anos, o ideal é apostar em lavagens mais escuras, com menos rasgos e brilho, por exemplo. Dependendo da modelagens, ela pode sim ser clara. Tudo vai depender do bom senso e, claro, do seu estilo.

Aos 40 anos, cuidado com as estampas 

Você não precisa deixar de lado as peças estampadas e usar só roupas lisas e básicas. Mas é muito importante você sempre respeitar o seu estilo. Se não gosta muito de estampas, tudo bem. Mas, se você sempre gostou de usar roupas assim, não é porque chegou aos 40 anos que precisa deixá-las de lado.

Uma dica importante é evitar estampas que sejam muito infantis ou juvenis. Agora, florais, étnicas, animal print e outras, são estampas que podem cair super bem em pessoas de qualquer idade, inclusive as que têm 40 anos ou mais.

As estampas coloridas e alegres não devem ser esquecidas só porque você chegou aos 40 anos. Mas respeite sempre o seu estilo e observe para ver se ela não vai te envelhecer ou parecer muito jovem.

A maquiagem e o cabelo também contam!

Maquiagem e cabelo também são essenciais na hora de montar seus looks, seja antes ou depois dos 40 anos. Agora, depois dessa idade, é preciso ter atenção especial.

Como a pele já perdeu colágeno e, muitas, vezes está mais flácida, usar maquiagem pesada pode marcar linhas de expressão e dar exatamente o efeito contrário que você quer.

Por isso, o ideal é apostar em maquiagens mais leves, de preferência as líquidas. Além disso, produtos minerais podem ser bons aliados, pois não agridem a pele e nem vão marcar seus traços.

Já os tons devem seguir a sua paleta de cores pessoal. É importante saber quais combinam mais com você, ou seja, com a sua pele e a sua personalidade. 

Agora, aqueles tons mais abertos, como vermelho claro e laranja, podem soar muito joviais para quem já passou dos 40 anos. Por isso, fique atenta e prefira aqueles tons mais fechados.

E então, o que achou das dicas para se manter no estilo mesmo depois dos 40 anos? Se ficou alguma dúvida, deixe seu comentário! Terei o maior prazer em lhe ajudar!

Cores de Ano Novo: como garantir um look que seja a sua cara

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

28.12.18

Todo fim de ano surge aquela dúvida: quais são as cores de Ano Novo? No Brasil, já nos acostumamos com o uso do branco, que significa paz. E, claro, esse é um desejo de todos nós. Mas a verdade é que nem todo mundo gosta ou fica muito bem de branco.

Como é uma das cores de Ano Novo mais tradicionais, o branco domina as vitrines das lojas logo depois do Natal. Mas se você acha que a cor te engorda ou não combina com a sua personalidade, existem muitas outras opções que podem te ajudar a manter o seu estilo e ainda entrar em 2019 atraindo energias positivas!

Alguns acreditam que as cores mexem no nosso humor e até atraem energias, que podem ser boas ou ruins. Elas também podem ser usadas de maneira inconsciente para expressarmos nossos sentimentos. Sendo assim, é importante conhecer o significado das cores de Ano Novo.

Mas não se prenda somente a essa informação. Pense também no ambiente em que vai passar a virada do ano e, claro, não deixe de considerar o que cai bem em você e de respeitar o seu estilo. Veja a seguir algumas dicas para escolher as cores de Ano Novo ideais!

Branco é uma das cores de Ano Novo mais procuradas

Mansidão, paz... Esses são sentimentos muito desejados hoje em dia. As crises que o país enfrenta acabam levando as pessoas a buscarem consolo e ajuda aonde podem.

Por isso, uma das maiores apostas para o Réveillon é o branco, mais especificamente o vestido branco! Agora, a verdade é que ele geralmente fica esquecido no guarda-roupas quando a comemoração passa. Você até pode usar uma vez ou outra, mas geralmente deixa ele de lado.

Se não quiser abrir mão de usar essa cor de Ano Novo, uma boa pedida é investir em mais de uma peça. Pode ser uma blusa e uma saia ou um short, por exemplo. Assim, vai ser mais fácil combinar as peças com outras que você já tem, evitando a compra de roupas que só vai usar uma vez.

Entre as cores de Ano Novo para atrair riqueza está o dourado

Outro tom que costuma ser usado no Réveillon é o dourado. Ele pode aparecer em diferentes partes do look para compor o visual metalizado com a cor que promete atrair riqueza e alegria.

Você não precisa vestir dourado dos pés à cabeça para atrair as energias dessa cor. Ela pode aparecer em acessórios, joias, sapatos ou apenas uma peça, como uma blusa dourada. Se não quiser chamar muita atenção, invista em um short ou uma saia mais discreta.

Quer um 2019 alto-astral e alegre? Comece com prateado

O prateado é mais uma das cores de ano novo metalizada que costuma aparecer nas vitrines com looks de Réveillon. Assim como no caso do dourado, você não precisa se vestir toda com a cor para atrair alegria e diversão.

Dá para usar sapatos metalizados, roupas com detalhes prateados e, claro, combinar com outras cores de Ano Novo. Por que não?

Amarelo é uma das cores de Ano Novo para quem quer felicidade

A estabilidade financeira com certeza traz mais alegria e otimismo. Se esse é o seu desejo, aposte no amarelo como uma das cores de Ano Novo. O tom pode ser aquele que mais te favorecer. Aproveite que a cor está em alta para investir em peças que também possam ser usadas durante a estação.

Não fica bem de amarelo, mas quer muito passar o Réveillon com a cor? Que tal investir em uma lingerie amarela? Assim, você não deixa de usar o tom na virada do ano. O importante mesmo é manter o pensamento positivo e a energia alta no Ano Novo!

Vermelho é a cor de Ano Novo para atrair um amor

Ligado à sedução, ao amor e à paixão, o vermelho é uma das cores de Ano Novo que também pode ser aproveitada em looks durante todo o ano.

Como é um tom que está em alta, aposte em peças que combinem com o seu estilo e o seu dia a dia. Assim, já otimiza seu guarda-roupas!

Rosa é mais uma das cores de Ano Novo para quem quer romance

Da mistura de branco com vermelho, o rosa é a cor de Ano Novo ideal para quem pretende realizar sonhos em 2019, encontrar um amor, ou quem sabe uma boa e verdadeira amizade?

A aposta no tom para o Réveillon pode cair bem para compor o guarda-roupa de verão. Uma das opções é o rosa millennial, que é um tom pastel, bem clarinho que, assim como azul lavanda, está na moda.

O entusiasmo pode ser atraído com um look laranja

Quer aproveitar o Ano Novo para tirar aqueles projetos do papel, mudar o que vem adiando há muito tempo e se aventurar? Passar a noite de laranja pode ajudar a atrair a energia que você precisa.

Como também é um tom visto nas coleções de primavera/verão das lojas, vai ser fácil encontrar um look com essa cor de Ano Novo. A variedade de tons ajuda ainda na hora de escolher aquele que mais combina com a sua cor de pele ou personalidade, por exemplo.

Roxo é a cor de Ano Novo para quem busca autoconhecimento

Estar bem consigo é um dos fatores que influencia no sucesso, seja profissional ou pessoal. Não é à toa que esse aspecto é trabalhado em uma consultoria de imagem e estilo, por exemplo.

Se um dos seus objetivos para 2019 é se reconectar consigo, buscar autoconhecimento e paz interior, a cor ideal para a data é o roxo. Claro que ele pode aparecer em diferentes tonalidades, como lilás.

A serenidade pode ser atraída com a cor azul

O estresse do dia a dia pode afetar até mesmo a nossa saúde. Quem precisa desacelerar, buscar serenidade e tranquilidade, pode apostar no azul como uma das cores de Ano Novo.

Como tem várias tonalidades, o azul acaba caindo bem em praticamente todas as cores de pele, o que é ótimo! O azul lavanda, que é um tom bem clarinho, está super na moda. Mas se você quer um look mais elegante, o azul marinho pode ser ideal.

Verde é uma das cores de Ano Novo para quem precisa de esperança

Outro sentimento que muita gente busca é a esperança. E o verde pode ajudar a entrar no clima em 2019. Além disso, a cor pode significar sorte, que sempre é bem-vinda, não é mesmo?

A diversidade de tons de verde também pode ajudar na hora de compor um look de Ano Novo nessa cor. O ideal, claro, é sempre investir em peças que você vá usar em outras ocasiões, para evitar que aconteça o mesmo com aqueles vestidos brancos de Réveillon.

Preto é uma das cores de Ano Novo para atrair surpresas

Quem gosta de ser surpreendido pode apostar no preto como uma das cores de Ano Novo. Apesar de aparecer um tom pesado, não atrai energias negativas. Em vez disso, usar preto no Réveillon significa que a pessoa quer ter um ano cheio de mistérios e surpresas.

Agora, o fato é que realmente usar preto no Ano Novo pode ficar um tanto quanto "pesado" em meio a tantos looks brancos. Por isso, o ideal é investir em peças de tecidos leves, como fibras naturais, que também estão em alta na estação.

E então, o que achou das dicas de hoje? Já sabe o que vai vestir? Então conta para mim pelos comentários!

Como identificar minha paleta de cores pessoal?

Posted by Nana in 1, Pessoal | 0 comments

09.11.18

A gente já falou aqui no blog sobre a importância de conhecer as cores de maquiagem ideais para cada tonalidade de pele, sobre a importância de saber quais cores de roupa combinam mais com você e até sobre técnicas de visagismo. Agora, chegou a hora de descobrir como escolher a sua paleta de cores pessoal.

A identificação da sua paleta de cores pessoal vai ajudar muito a marcar o seu estilo e personalidade. Sabendo o que combina e cai bem com o seu corpo, com a cor da sua pele e com a imagem que você quer passar, certamente você vai ter mais segurança na hora de se vestir e se maquiar.

Para você ter uma ideia da importância das cores na construção dos looks, seja na roupa, na maquiagem ou no cabelo, determinados tons podem fazer parecermos mais velhos, realçar rugas, espinhas e outras imperfeições da pele, e até fazer nossos dentes parecerem mais amarelados!

Ficou curioso para saber como as cores podem te ajudar a construir o look ideal e melhorar a sua aparência? Então, vou falar um pouco sobre o que é uma paleta de cores pessoal e sobre como você pode reconhecer a sua de maneira prática. Confira a seguir!

O que é uma paleta de cores pessoal?

Todos nós somos diferentes em quesitos como personalidade, formato do corpo e do rosto, idade, cor de cabelo, de pele, dos cabelos, dos olhos... Essas características podem ser muito diversas, não é mesmo?

E é claro que, tirando o pretinho básico, uma só cor não vai combinar com todas as diferentes possibilidades desses conjuntos de características. É aí que entra a paleta de cores pessoal.

Basicamente, uma paleta de cores pessoal reúne não só algumas cores, mas também as separa em tonalidade, para você decidir se o que mais combina com você são cores quentes ou frias, escuras ou claras, e ainda se são iluminadas ou opacas.

Depois de descobrir qual é o conjunto de cores que mais combina com você e a sua personalidade, é hora de olhar para as peças que já tem e organizar o seu guarda-roupas de maneira a otimizar o uso dessas cores e valorizar a sua aparência.

Conhecer a sua paleta de cores pessoal também vai ajudar na hora de fazer novas compras. Com certeza, vai ficar mais fácil encontrar peças que fiquem bem em você depois de conhecer quais cores são as ideais.

Como reconhecer a sua paleta de cores pessoal

Paleta de Cores Pessoal

Existem algumas maneiras de descobrir qual é a sua paleta de cores pessoal em casa mesmo. Mas, certamente, uma consultora de imagem e estilo pode te ajudar nessa missão, já que tem a expertise sobre o assunto, com experiência e conhecimento das técnicas para fazer essa definição com você.

Agora, uma dica para descobrir quais são as suas cores ideias em casa mesmo é separar algumas paletas de cores na internet e imprimir. Você vai precisar estar sem maquiagem e com roupas de cores neutras, como preto.

Outra dica é tampar os cabelos com um pano também de cor neutra, para que não influencie na decisão. Feito isso, vá para a frente de um espelho e coloque as paletas de cores perto do seu rosto uma a uma e observe qual delas combina mais com você.

Nessa hora, você vai perceber que algumas paletas vão te deixar com aparência envelhecida, "pesada", cansada, mas também que uma das paletas de cores pessoal vai combinar muito bem; e é nessas cores que você deve focar na hora de se vestir!

Fazer um curso de Personal Colors é outra maneira de encontrar a sua paleta de cores pessoal. Nele, você vai aprender não só sobre os tons de roupa que caem melhor, como também as cores de maquiagem e de cabelo, por exemplo.

E para quem quer buscar ainda mais aprendizado, é possível fazer um curso sobre visagismo, para aprender não só sobre as cores mais adequadas, como também o estilo de roupa, de corte de cabelo, entre outras características que podem te ajudar a se sentir mais confiante na hora de se vestir, aumentar a sua autoestima, além de ajudar no branding pessoal, que é aquela imagem que você quer passar para as pessoas.

Gostou de saber minhas dicas sobre paleta de cores pessoal? Se ficou alguma dúvida, deixe pelos comentários!